Sociedade de Pneumologia e Tisiologia
do Estado do Rio de Janeiro

logo facebook  logo twitter


ÁREA ASSOCIADOS

Email:

Senha:

Cadastre-se

 
Home >> Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - 28 fev 2016

28 fev 2016

Como sabemos, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS - CONITEC realiza, até o dia 29 de fevereiro, uma enquete com o objetivo de receber contribuições para atualização dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) publicados em 2012 e 2013.

De especial interesse para Pneumologia se encontra o Protocolo sobre a DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA.

A SOPTERJ, dentro se sua atribuição de buscar o melhor cuidado possível aos pacientes portadores dessa patologia, considera inadequada e defasada a Diretriz atual.

Como podemos ver no protocolo vigente (http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/junho/13/Portaria-609-de-2013.pdf) o mesmo não agrega uma série de avanços obtidos recentemente nos aspectos ligados ao manejo da DPOC com documentação científica vasta comprobatória de que, quando adequadamente empregados, reduzem sintomas, aumentam a qualidade de vida, reduzem gastos com intercorrências (em especial as exacerbações) e aumentam a sobrevida dos pacientes.

Ressaltamos, com já exposto no Protocolo proposto pela SOPTERJ à Secretaria Estadual de Saúde, a ausência no que está em pauta da presença de droga anticolinérgica de ação prolongada, de um agonista beta-2 adrenérgico de ultra-longa ação, corticosteróides inalatórios adequados a associação se indicados e de um inibidor seletivo de Fosfodiesterase 4.

Como essas drogas, bem como outras, tem sua indicação associada a gravidade e características individuais dos pacientes, o processo de dispensação teria de obedecer a critérios clínicos e funcionais devendo existir ao nosso ver para tal, discussão sobre um modus-operandi que permitisse que facilitasse esse processo, papel para o qual a SOPTERJ se coloca à disposição.

     A CONITEC sinaliza ver como extremamente importante  "sua contribuição nesse processo é muito importante para a construção de protocolos que visem, sobretudo, garantir alternativas mais eficazes para os mais de 200 milhões de brasileiros, que se beneficiam diariamente dos serviços de saúde ofertados pelo SUS"  e pede nossa cooperação no processo de construção do sistema de saúde do país.

Sugerimos à todos que ainda não o fizeram que acessem o link abaixo e deixem a sua contribuição.

http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=24326

 

Cordialmente,

Diretoria da SOPTERJ biênio 2016-2017